4 pontos que você não sabia sobre o começo da metalurgia - AC Metalúrgica

4 pontos que você não sabia sobre o começo da metalurgia

4 pontos que você não sabia sobre o começo da metalurgia

4 pontos que você não sabia sobre o começo da metalurgia

A metalurgia é uma ciência responsável por estudar os metais desde o momento que eles são extraídos até a completa transformação em produtos para uso. O começo da metalurgia se deu quando o ser humano percebeu que poderia aproveitar os metais presentes na natureza para produzir utensílios para facilitar o seu dia a dia.

Entre esses metais estão: O ouro, prata, ferro, bronze, chumbo e o cobre. Para transformar essa matéria prima em qualquer objeto, é necessária inúmeras técnicas da metalurgia, entre elas: Extração, fabricação, fundição e o tratamento dos metais e suas ligas.

O começo da metalurgia teve impulso durante e revolução industrial

Foi no século XIII que os primeiros fornos surgiram, entretanto, foi apenas no XVIII que a metalúrgica teve um grande impulso.

O primeiro metal encontrado na terra foi o ouro, entretanto, ele não é naturalmente bonito como todos estão acostumados ver nas jóias e objetos. De acordo com os historiadores, é bastante provável que o homem tenha iniciado o trabalho com o ouro há mais de dez mil anos, sua raridade já era uma forma de armazenar riquezas entre as civilizações antigas.

Antes de existirem os fornos, a fundição do metal era feita em uma fogueira, o calor a cerca de 200 graus e o carvão, era usados para derreter e também purificar os minérios como chumbo e estanho.

O primeiro rumor da metalurgia humana foi antes da Era Cristã, alguns citam no quinto ou sexto milênio, entretanto, ainda não existe uma comprovação definida disso. O fato é que as descobertas foram feitas gradualmente até chegar nos dias de hoje.

A metalurgia do bronze ajudou reis a superarem seus inimigos

O bronze é uma liga de cobre com arsênio, ainda existem o cobre com estanho. Esses dois elementos agregados ao cobre são responsáveis pelo aumento da dureza que antigamente era usados para produzir as armas e armaduras.

Foi o começo da metalurgia do bronze que deu início a uma nova era, a idade do Bronze, onde esse metal se tornou um artigo de luxo da nobreza, muito usado pelos soldados de guerra e também, por cidadãos comuns.

Os bronzes de cobres e arsênio eram os mais usados, entretanto, por volta do ano de 1500 a.C, foram substituídos pelos bronzes de cobre e estanho, estes eram mais duros e duráveis. Além disso, o arsênio era categorizado como um elemento venenoso e que poderia trazer consequências ruins para o homem.

A idade do bronze foi marcada pela luta dos guerreiros com armaduras desse material. Na idade média, o metal já era encontrado em joalherias e lojas de artigos para casa, peças de arte e utensílios.

Ferro, o metal que passou a ser mais importante que o bronze

No começo da metalurgia, o ferro era associado a modernidade das siderúrgicas, pois os primeiros fornos para a produção desse metal eram de barro. Porém, sua real descoberta ainda é uma incógnita.

No entanto, a era do ferro se espalhou rapidamente e impulsionou muitos povos, pois foi a partir daí que as pessoas que não tinham condições começaram a se armar.

O ferro era bastante duro e resistente, para que os metalúrgicos conseguissem fazer uma melhor refinação, eles usam o carvão vegetal, com isso, eles produziam a “superfície de aço”.

Contudo, no ano de 900 a.C, a idade do ferro começou, foi à partir daí que os siderúrgicos começaram a aprender novas técnicas de manipulação do metal e a falta do cobre e estanho deixou de ser um problema para a população.

O começo da metalurgia no Brasil foi difícil

Os portugueses vieram ao Brasil em busca de metais, no entanto, no primeiro momento nada foi encontrado. Inclusive, eles tiveram que trazer ferro da Europa para produzir seus instrumentos de trabalho usados na lavoura.

Porém, Afonso Sardinha descobriu a magnetita, um minério que pode ser transformado em ferro. Por causa disso, a primeira forja de ferro no Brasil começou 90 anos após o seu descobrimento, em 1590 na cidade de Sorocaba, interior do estado de São Paulo.

Mas, infelizmente não haviam muitos investimentos nesse setor, já que Portugal queria que o Brasil importasse os produtos deles. 

Com  a descoberta do ouro no Brasil, a construção de mais forjas foi inevitável, portanto, o começo da metalurgia começou a ser implementado no século XIX, mas esse era um período de muitas dificuldades, pois os equipamentos custavam caro e não haviam muita mão de obra especializada.

Anos mais tarde a Escola de Minas Ouro Preto começou a formar metalurgistas, geólogos e engenheiros para as minas, isso deu uma guinada no processo metalúrgico no Brasil no século XX.

Diante disso, o começo da metalurgia brasileira começou a crescer depois de 1917, foram criados algumas leis governamentais que concediam as empresas de ferro e aço inúmeros benefícios fiscais.

Atualmente, o Brasil é o segundo maior produtor de minério de ferro do mundo, fica atrás apenas da China. Na produção de aço ocupa o 9º lugar, o que coloca o País em uma posição estratégica no cenário mundial.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
AC Metalúrgica
AC Metalúrgica
Um dos principais valores da AC Metalúrgica é o melhoramento contínuo, e com isso acompanha de perto inovações e aplica o que se faz necessário para que no final, o produto acabado supere as expectativas de seus clientes internos e externos. Obtendo também como resultado muito importante, melhoria nos processos, gerando um sistema cada vez mais produtivo e atendimento eficaz dos prazos de entrega com qualidade. Item fundamental nos dias de hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *